• caiquemateusrs

ELEIÇÕES 2022: PP anuncia data para lançamento oficial de Denarium como candidato a reeleição

Atualizado: 26 de jul.

Antonio Denarium (PP) deve começar oficialmente sua campanha no dia 26 de junho.


Por: Alessandro Leitão, Caíque Rodrigues, Ruan Carneiro e Yara Ramalho

Foto: Estado de Minas


O Progressistas (PP) anunciou nesta terça-feira (19) a data para o lançamento oficial da campanha de reeleição de Antonio Denarium para o cargo de governador de Roraima. O evento ocorrerá em uma convenção partidária no dia 26 de julho.


Antonio Denarium já havia anunciado a pré-candidatura para as eleições de 2022. Ele foi eleito em 2018 como governador em um segundo turno disputado com Anchieta Júnior. Seu mandato foi o primeiro cargo público exercido por ele e foi cercado por polêmicas.


A convenção do seu partido será promovida no Parque Anauá – local administrado pelo governo de Roraima que sofre com abandono da gestão, segundo moradores – e contará com a presença do também pré-candidato ao senado Hiran Gonçalves e todos os pré-candidatos a deputados estaduais e federais do partido e seus aliados.


O Parque Anauá também foi o local onde ocorreu o retorno do arraial “São João do Anauá” em 2022, mesmo com a alta nos casos de Covid-19 em Roraima.


A convenção do Progressistas será realizada no mesmo dia em que Fábio Almeida, candidato ao governo pelo PSOL lançará sua campanha, no Espaço Parica. Já Teresa Surita (MDB), principal rival de Denarium na corrida ao executivo, irá dar o pontapé inicial da disputa no dia 30 de julho.


Convenções partidárias


Convenções partidárias são eventos nos quais os candidatos, antes do período eleitoral, costumam lançar oficialmente suas campanhas para os cargos públicos almejados. Os eventos são previstos pela legislação eleitoral brasileira e, de acordo com a Lei n° 13.165/2015 (a Lei da Reforma Política), as convenções devem ocorrer no período de 20 de julho a 5 de agosto do ano eleitoral.


Governo Denarium


Eleito em outubro de 2018 com mais de 136,6 mil votos, Antonio Denarium (então no PSL) chega a (quase) quatro anos de governo marcado por polêmicas ao longo de seu mandato. Saindo como vencedor em um segundo turno disputado com o ex-governador José de Anchieta (PSDB), Denarium foi acusado de agiotagem, fez mudanças constantes no alto escalão e precisou enfrentar uma pandemia.


Antonio Denarium assumiu o cargo antes da data prevista, após o início da intervenção federal que afastou do comando do Estado a ex-governadora Suely Campos (PP), em dezembro do mesmo ano. Após 21 dias à frente da gestão do estado como interventor federal, em 1º de janeiro de 2019, o político tomou posse do cargo.


Durante seu primeiro discurso como governador, logo após tomar posse, Denarium apresentou um plano de recuperação fiscal ao governo federal, promoeteu a realização de uma reforma administrativa e a geração de emprego e renda. As vésperas de uma nova eleição, o então governador enfrenta problemas na área eleitoral e coleciona polêmicas.


VEJA TAMBÉM:


- Governador Antonio Denarium anuncia pré-candidatura para reeleição em 2022


- Relembre polêmicas que marcaram o primeiro governo Denarium


- Denarium segue demonstrando apoio a Bolsonaro


- Antonio Denarium é condenado pela quinta vez por propaganda antecipada


- Locais administrados pelo Governo do Estado sofrem com abandono


* Conteúdo experimental desenvolvido na disciplina de JOR53 - Jornalismo Especializado I.



26 visualizações0 comentário