• criativoj

ELEIÇÕES 2022: Governador Antonio Denarium anuncia pré-candidatura para reeleição em 2022

Atualizado: 31 de mai.

Por: Caique Rodrigues, Ruan Carneiro, Monica Silva, Yara Ramalho, Alessandro Leitão


O atual governador de Roraima nunca havia ocupado um cargo público antes das eleições de 2018

Foto: Caique Rodrigues

Antonio Denarium, pré-candidato a reeleição no governo de Roraima pelo Partido Progressistas (PP), se elegeu em 2018, aproveitando a popularidade no estado do então candidato à presidência Jair Bolsonaro (PL). Denarium teve como primeira experiência em um cargo público a liderança do poder executivo Roraimense.


Sua pré-candidatura à reeleição foi anunciada pelo próprio Governador em outubro de 2021, em um evento do seu partido (PP) em Boa Vista - agora sem mais compartilhar do mesmo partido do presidente do Brasil. Denarium competirá com Teresa Surita (MDB), Pastor Isamar (PTB) e outros pré-candidatos que também tiveram suas pré-candidaturas anunciadas.


Antes de ser governador de Roraima Antonio Denarium era empresário do ramo de agronegócio, principalmente do mercado de soja. Além de ser dono de plantios de milho, criação de bovinos, ele também atuava no setor imobiliário.


O mandato de Denarium como governador foi cercado de polêmicas e trocas no alto escalão. Ao todo foram dez trocas só na Secretaria de Saúde (SESAU) - sete só durante a pandemia da Covid-19. Roraima chegou a figurar no topo como o estado onde se teve "dança das cadeiras" durante o enfrentamento à doença.


O governador chegou a criar uma nova pasta para nomear a esposa, Simone Denarium, como secretária. Embora tenha prometido que as nomeações de secretários iriam ocorrer por meio de análise de competência, confessou que muitas das escolhas têm a ver com "política".


Durante a campanha em 2018, Denarium afirmou que iria abrir mão do salário de governador. Também disse que iria vetar o uso de carros oficiais fora do horário de trabalho e que iria manter um expediente corrido nas secretarias - o que não ocorreu por conta da Covid.


No enfrentamento à Covid, o governador, embora tenha se posicionado ao lado de Bolsonaro, afirmou que incentivava a população a se vacinar. Inúmeras vezes apareceu em público sem usar a máscara de proteção e colocou a culpa na baixa adesão dos roraimenses à vacina às prefeituras municipais.


Antes mesmo de ser dada a largada à corrida do poder, Antonio Denarium já foi multado três vezes por propaganda eleitoral antecipada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Mais recentemente, foi condenado a pagar R$ 5 mil de multa por "violar o princípio constitucional da impessoalidade ao se promover dentro de escolas públicas estaduais" e divulgar propagandas fora de tempo em sua conta no Facebook.

30 visualizações0 comentário