• caiquemateusrs

ELEIÇÕES 2022: Denarium segue demonstrando apoio a Bolsonaro

O governador de Roraima, Antonio Denarium (PP), mesmo que em partido diferente, segue fazendo publicações favoráveis ao presidente nas redes sociais.


Por: Alessandro Leitão, Caíque Rodrigues, Mônica Silva, Ruan Carneiro e Yara Ramalho




Foto: Veja


Mesmo estando em partidos políticos diferentes, o governador de Roraima Antônio Denarium (PP) continua demonstrando apoio ao presidente da república, Jair Bolsonaro (PL). Denarium, que é pré-candidato à reeleição, recebeu apoio do então candidato à presidência em 2018 e, neste ano, costura uma aliança com Bolsonaro.


Denarium é pré-candidato a reeleição que visa o Palácio Senador Hélio Campos pelo Partido Progressistas (PP). Ele foi eleito com mais de 136,6 mil votos aproveitando a popularidade de Bolsonaro no estado. A liderança do poder executivo de Roraima é sua primeira experiência política.


- Relembre polêmicas que marcaram o primeiro governo Denarium


No último domingo (5), Denarium publicou um vídeo nas redes sociais onde o presidente da república o parabenizava e relatava a relação de seu governo com o de Roraima. Mas, apesar disso, Bolsonaro ainda não emitiu um apoio oficial.





Na mesma publicação, o governador ressaltou que, juntos, os políticos “continuaram transformando Roraima”.


“Bolsonaro trabalhando, Denarium trabalhando e Deus abençoando”, acrescentou o governador. A frase é uma adaptação de seu slogan.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de impressa do governador Antônio Denarium, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.


Embora apresentem uma boa relação, o apoio é um desafio para a campanha. No pleito de 2022, o governador pode disputar a oportunidade com o deputado federal Édipo Lopes (PL), pré-candidato a vice-governador na chapa de Teresa Surita (MDB), principal adversária de Denarium, é membro do mesmo partido do presidente.


Esse cenário se deve principalmente as costuras políticas do ex-senador e presidente do MDB em Roraima, Romero Jucá. O resultado dessa articulação é um impedimento para o atual governador de associar sua imagem à de Bolsonaro como foi feito na eleição passada.


Em 2018, Denarium era um candidato pouco conhecido do eleitorado no início da campanha, mas após filia-se ao Partido Social Liberal (PSL) e um alinhamento estratégico repetido por diversos candidatos naquele ano ao associar sua imagem ao então candidato à presidência da república Jair Bolsonaro, à época do PSL, conseguiu um avanço no campo eleitoral.


O governador também conseguiu o apoio dos eleitores conservadores do estado e daqueles insatisfeitos com a gestão de Suelly Campos (PP).


Desde a vitória o político tem tentado manter um alinhamento com Jair Bolsonaro. Na recente proposta de Bolsonaro de zerar o ICMS dos combustíveis o governador foi o primeiro mandatário estadual a ser favorável à medida.


Mas, foi durante a pandemia que o governador divergiu de algumas posições do presidente. No enfrentamento à Covid, o governador, embora tenha se posicionado ao lado de Bolsonaro, afirmou que incentivava a população a se vacinar.


No entanto, inúmeras vezes apareceu em público sem usar a máscara de proteção e colocou a culpa na baixa adesão dos roraimenses à vacina às prefeituras municipais.

25 visualizações0 comentário