top of page
  • fernandambritto200

Mormaço Cultural 2023: Festival contará com shows regionais e nacionais

Atualizado: 23 de set. de 2023

A segunda edição do festival ocorre a partir do dia 26 deste mês, até o dia 1° de outubro, e conta com shows nacionais e regionais, comidas típicas e peças teatrais.


Por: Fernanda Brito.

1° edição do Mormaço Cultural - Foto: Richard Messias/Semuc/PMBV


O Mormaço Cultural é um festival realizado em Boa Vista e apresenta para a população uma grande possibilidade de opções para curtir o mormaço da cidade. Entre as atrações estão as apresentações de artistas locais, nacionais, comidas típicas e peças teatrais.


Ao contrário da primeira edição, realizada em 2022, este ano, a segunda edição conta com uma programação mais estendida. Nos dias 26 a 29 de setembro, ocorrem as apresentações cênicas no Teatro Municipal. Já no Parque do Rio Branco, o festival acontece entre os dias 30 de setembro e 1° de outubro, com os shows nacionais e regionais.


Ao todo, o evento recebe seis atrações nacionais, entre os artistas estão: Alcione, Biquini Cavadão, Chimarruts, Duda Beat, Emicida, Johnny Hooker, Vanessa da Mata e Xamã.


Do mesmo modo, as noites de shows contam com mais de 20 bandas regionais, confira:


  • Banda de um;

  • Banda Helena;

  • Carola;

  • Dark V8;

  • BZACK;

  • Ary e Banda;

  • Sociedade de Esquina;

  • Banda Do3;

  • Euterpe;

  • Neuber Uchôa;

  • DJ Chica Loca;

  • DJ Goes;

  • Cia Arteatro;

  • JM Jazz;

  • Grupo Circo Imaginarte;

  • Cia Angels By Lucas ozza;

  • Ana Lu;

  • Leka Denz;

  • DJ Mateus Forte;

  • Dj Andrezinho;

  • Banda Garden;

  • Aroma;

  • Plugadão.


Os artistas regionais e nacionais, irão se apresentar de forma intercalada nos palcos Sol e Lua. Para Mateus Forte, que atua como DJ há 6 anos, a oportunidade é única. Ele destaca a importância de valorizar o cenário musical local, que possui tanta diversidade.

“Eu fiquei muito feliz por ter recebido o convite, é muito importante ver artistas independentes, artistas indígenas, LGBTQIAP+, pretos, dividindo o palco com artistas que possuem uma visibilidade maior”, disse.

Além disso, Mateus conta ainda que preparou um set especial, por ser a sua primeira vez em um festival tão grande. “As minhas expectativas estão muito altas, preparei um set eclético para atender ao público que vai estar no festival, a torcida é para que ocorra tudo perfeito e que eu possa agradar ao público que vai estar me prestigiando”, finalizou o artista.


Com atrações que transitam pelo pop, rock, reggae e rap, o festival se torna um evento para todas as idades. Maria Bezerra, de 40 anos, é fã da banda de rock nacional Biquini Cavadão, há mais de 20 anos. Ela conta que espera ansiosamente pelo show da banda.

“Fiquei bem surpresa em saber que a banda viria para o festival, porque é uma banda antiga, lembro da primeira vez que fui ao show, com 18 anos, e desde então passei a acompanhar as atividades da banda, virei fã”, relatou.

Assim como Maria, Cauã Peres, de 21 anos, também é fã de um artista que foi anunciado no festival, o rapper Emicida. Ele destaca que as músicas do artista fizeram parte de toda a sua adolescência. “Meados de 2017 eu comecei a acompanhar as batalhas de freestyle no YouTube e descobri o Emicida, desde então, ele começou a fazer parte da minha vida, as composições dele me inspiraram durante toda a adolescência, e continuam inspirando até hoje”, pontuou.


Dessa forma, Cauã ressalta ainda que as expectativas para o show são grandes e que não vai perder tempo, o objetivo é pegar o melhor lugar, horas antes do show. ‘’Eu já assisti muitos shows do Emicida pela internet, então as expectativas estão altas, a meta é chegar cedo, pegar a grade, e prestigiar esse momento que com certeza vai ser único na minha vida”, finalizou.



25 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page