• CriativoJota

ELEIÇÕES 2022: Pré-candidata Teresa Surita decide arriscar mais uma chance no Governo de Roraima

Atualizado: 14 de jul.

Por: Camilla Salustiano, Aysha Estrada, Fernanda Fernandes, Fernanda Vasconcelos, Maria Cecília Veloso e Yohanna Emmelly


A ex-prefeita anunciou sua pré-candidatura pelo MDB em 15 de fevereiro, durante uma live no YouTube

Foto: Claudia Ferreira

Com as eleições de 2022 se aproximando cada vez mais, Teresa Surita (MDB) lidera as intenções de voto para administrar o Governo de Roraima, em comparação ao atual governador do estado, Antonio Denarium (PP). É isso que aponta a pesquisa do Instituto Pontual, realizada em 14 cidades do interior do estado e na capital Boa Vista, entre os dias 1º e 12 de abril.


Segundo o levantamento feito com base nas 1.795 entrevistas eleitorais, Teresa fica à frente com 64,6%. Denarium vem em segundo lugar com 32,3% da preferência do eleitorado - metade dos votos de Teresa. O pré-candidato, Fábio Almeida (PSol), tem apenas 3,1% dos votos em Roraima. Se a pesquisa refletir o resultado das eleições, que acontecem em 2 de outubro, a ex-prefeita será a 11° pessoa a governar o estado.


Em um evento transmitido ao vivo pelas plataformas digitais, como YouTube, Facebook e Instagram, a ex-chefe da Prefeitura Municipal de Boa Vista lançou sua pré-candidatura ao governo estadual. Ela também anunciou Édio Lopes (PL) como o escolhido para compor sua chapa como vice.


Em seu site, a pré-candidata afirma que sua vocação para carreira pública surgiu através da própria família. “Nasci no interior de São Paulo, em São Manuel. Meu pai e minha mãe foram professores e meu pai foi também advogado e vereador. Talvez venha daí minha inspiração para a carreira pública. Sou a primeira de quatro irmãos”, diz.


Teresa iniciou a carreira no meio político em 1990, quando foi Deputada Federal por Roraima. Em 1993, concorreu ao cargo de prefeita de Boa Vista e venceu as eleições. Ela ainda comandou a capital de Roraima por dois mandatos consecutivos, outras duas vezes, de 2001 a 2008 e de 2013 a 2020.


Além de prefeita, Teresa foi pré-candidata ao Governo do Estado em 1998, mas foi derrotada no segundo turno por Neudo Campos - que foi reeleito para mais quatro anos de mandato. Será que agora, 24 anos depois, a ex-prefeita conseguirá conquistar o cargo de Governadora de Roraima?


* Conteúdo experimental desenvolvido na disciplina de JOR53 - Jornalismo Especializado I.


93 visualizações0 comentário