• nandajvasconcelos

Equipe ArboControl Acre realiza entrevistas com representantes da comunidade

As conversas têm contribuído para elaboração dos produtos de comunicação, que têm foco na prevenção e interrupção da propagação das doenças causadas por arbovírus


Foto:Divulgação


A equipe ArboControl Acre realizou mais uma etapa dos trabalhos para elaboração de produtos de comunicação com foco na prevenção das arboviroses. Na última semana, o grupo, que é coordenado pelo professor Francisco Aquinei Timóteo Queirós, da Universidade Federal do Acre (UFAC), se reuniu para apresentar as informações coletadas a partir de conversas com representantes da comunidade local.


Com os dados coletados, a equipe pretende elaborar spots para serem compartilhados em WhatsApp, como também ofertar oficina para os agentes de saúde e representantes da comunidade, sobre estratégias de comunicação com objetivo de reforçar as informações sobre as doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti.


Além disso, a equipe ArboControl Acre também está trabalhando no levantamento de dados sobre os casos de dengue, zika e chikungunya registrados no estado, e coletando informações sobre as ações, projetos e campanhas desenvolvidas pelos órgãos públicos acreanos. “A partir dessas informações, pretendemos ampliar a elaboração de produtos de comunicação, com foco em alcançar cada vez mais pessoas sobre a necessidade de prevenção e interrupção da propagação das doenças causadas pelo arbovírus”, destacou Aquinei Timóteo.


A equipe ArboControl Acre é formada ainda pelos estudantes da UFAC, Renato Mendes, que é discente do curso superior de Bacharelado em Jornalismo, e Lisânia Ghisi, aluna do curso de doutorado em Letras.


Projeto ArboControl

Iniciado em 2016, a partir de uma demanda do Ministério da Saúde e oficializado por meio de convênio entre o Fundo Nacional de Saúde e a Universidade de Brasília (UnB), o projeto ArboControl tem como objetivo central a busca por apresentar alternativas para o controle do Aedes aegypti.


Com parcerias de instituições nacionais e internacionais de pesquisa e educação, a iniciativa é dividida em quatro eixos: pesquisa para o controle de vetor; novas tecnologias em saúde; educação, informação e comunicação para o controle do vetor; e formação e capacitação de profissionais.


No Acre, a equipe coordenada pelo docente Aquinei Timóteo integra o eixo 3: educação, informação e comunicação.


Para conhecer e saber mais informações sobre o projeto ArboControl, acesse https://arbocontrol.unb.br/.


Fonte: Arbocontrol Acre

27 visualizações0 comentário