• Bryan Chrystian

Amazoom debate ações educomunicativas sobre arboviroses com pesquisadores da UFRR

Atualizado: há 5 dias

Encontros foram realizados de forma quinzenal entre os dias 21 de julho e 13 de outubro

Encontro realizado no dia 13 de outubro - Fonte: Divulgação

O Rede Amazoom promoveu, entre os dias 21 de julho e 13 de outubro, uma série de encontros com pesquisadores da Universidade Federal de Roraima (UFRR) para debater ações educomunicativas sobre as arboviroses dengue, zika e chikungunya.


Em Roraima, o Rede Amazoom é o responsável por implementar as ações do projeto ArboControl, idealizado por professores da Universidade de Brasília (UNB) em 2016.


Um dos objetivos do projeto é a mobilização de uma rede de pesquisadores nacionais para criar soluções de controle do vetor Aedes aegypti.


Ao todo, foram realizados sete encontros de forma quinzenal com discentes e docentes da UFRR. Nas reuniões, os pesquisadores debateram ações educativas e comunicacionais que poderiam ser colocadas em prática nos municípios de Roraima.


Os encontros contaram com a participação de pesquisadores do campo da educomunicação em Roraima, como a Profª Dra Leila Baptaglin, docente do doutorado em Educação da UFRR.


De acordo com o coordenador do Amazoom, Prof. Dr. Vilso Santi, o diálogo com pesquisadores do campo da educomunicação em Roraima é uma etapa essencial no planejamento das ações educativas e comunicativas sobre arboviroses.


"Roraima é um estado único e com peculiaridades que acabam por impactar o trabalho socioeducativo e comunicativo. Assim, antes de qualquer ação mais direta, a equipe de trabalho do ArboControl no estado precisava conhecer o trabalho destes pesquisadores no campo da Educomunicação para entender os caminhos possíveis e, a partir disso, planejar ações que tivessem um maior alcance", explicou o docente.


Além do Amazoom, os encontros foram organizados ainda pelo GPAC (Grupo de Estudos em Patrimônio, Arte e Cultura na Amazônia) em parceria com o GEPAEM (Grupo de Estudos e Pesquisas (Auto)Biográficas em Educação Musical).

21 visualizações0 comentário