• liliguimaraes16

USP oferece curso para ensinar idosos a identificar fake news


Foto: Freepik/divulgação

As notícias falsas sempre existiram, mas, de uns tempos para cá, elas ganharam um outro nome: fakenews. Além disso, com os avanços da tecnologia, se tornaram mais convincentes e ficou difícil não acreditar. Imagine para uma pessoa com mais de 60 anos que não tem a mesma familiaridade com o mundo digital que os mais jovens.


Pensando nos idosos, a Universidade de São Paulo (USP) está oferecendo gratuitamente o curso: fakenews, reconhecimento e atitudes para fazer a diferença. Para participar é necessário ter mais de 60 anos, possuir um smartphone com sistema Android 7.0, ou superior, ter acesso à internet e possuir um conta de e-mail.


Com 75 anos, a dona Maria José de Almeida dos Santos, moradora do Distrito Federal, considera crime a disseminação de notícias falsas e diz que costuma checar as informações que recebe.

“Eu acho muito banal. Isso aí é um crime porque as pessoas, às vezes, acreditam e ofendem as pessoas e, depois, não é nada. Quando eu não acredito, eu vou no Google, procuro, ligo para minha filha que entende mais. Ela fala: não cai nessas, muito não! É tanta coisa que já saiu aqui para mim”.


O curso da USP terá aulas online, às terças e quintas-feiras, das 15 às 17 horas, entre a segunda semana de novembro e o dia 9 de dezembro.


As inscrições estarão abertas a partir desta sexta-feira (1/10). Para se inscrever, basta acessar o site: https://uspdigital.usp.br/apolo.


Fonte: Tony Ribeiro/Agência Brasil

6 visualizações0 comentário