• liliguimaraes16

MiSordo abre inscrições para curso de interpretação comunitária para migrantes e refugiados surdos

O direito ao acesso de migrantes (surdos ou não) aos direitos humanos no Brasil é uma das garantias constitucionais e o papel dos tradutores e intérpretes são fundamentais nesse processo. Para garantir esse acesso, o Programa MiSordo, conduzido por docentes do curso de Libras/Letras da Universidade Federal de Roraima (UFRR) divulga a oferta do curso de interpretação comunitária para surdos migrantes e refugiados.


Foto: divulgação.

O objetivo do curso é apresentar aos participantes os principais fundamentos da atividade do intérprete comunitário com vistas a prepará-los a dar os primeiros passos profissionais, a atividade faz parte das ações do projeto “Formação para o Trabalho com Migrantes Surdos”, coordenado pela professora Adriane Menezes. O projeto compõe as ações gerais do Programa MiSordo, que visa apoiar a comunidade surda migrante e refugiada no Brasil nas ações de inclusão social.


As inscrições podem ser feitas de 30 de setembro a 10 de outubro pelo formulário: https://docs.google.com/forms/d/1WWG6-NQGE4gSwFgfhlPJrorF65YSx08OjxYiaIhvVz4/edit.


O curso, idealizado junto com o projeto de pesquisa Mobilang, da Universidade de Brasília (UNB), será oferecido pelo Misordo/UFRR, a partir de 5 de novembro de 2021. A formação contará com a professora Jaqueline Nordin e convidados. Entre eles, estão os professores Daniel Sousa de Oliveira, Tamiris Naibi de Castro Santos, Lira Matos Martins e Francis Lobo Botelho Vilas Monzo.


A professora Jaqueline Nordin é formadora de intérpretes comunitários, licenciada pela CCC (Cross cultural communication-USA), Integrante do Comitê de Treinamento & Educação da NAJIT e membro da EULITA (European Legal Interpreters and Translators Association). Cursou o programa MCI (Master Conference Interpreting) pela Glendon - York-Toronto e pós-graduação em T&I - Gama Filho.


O curso introdutório terá carga horária de 100 horas, totalmente online. Essa carga horária está dividida entre aulas (síncronas), atividades assíncronas, e horas de trabalho colaborativo, junto aos serviços públicos, instituições e agências de migração, ou tradução de material (LSV-Libras/Espanhol-LSV/Libras, Português-LSV/Libras e/ou de/para outras línguas de sinais).


Para se inscrever no curso é necessário ter competência linguística em duas línguas ou mais, uma das línguas deve ser a língua de sinais. O interessado também deve ter acesso à internet. São destinadas 30 vagas para todo o país, os inscritos passarão por seleção a ser realizada por chamada de vídeo. A seleção ocorrerá em outubro, com data e horário a combinar com o participante.


Para mais informações sobre o curso, entre em contato por e-mail: programamisordorr@gmail.com.


Calendário:

30/09 a 10/10 – Inscrição

20 a 22/10 – Entrevista/Seleção

05/11/21 a 11/01/22 – Realização do curso

19/12/21 a 13/01/22 – Recesso das aulas

01/12/21 a 28/02/22 – Estágio/ tradução de materiais



Fonte: UFRR

10 visualizações0 comentário