• Rede Amazoom

Covid-19 em Pauta: OIM instala estações de lavagem de mãos em comunidades indígenas e rurais de RR

Fonte: OIM - Boa Vista

Estação de lavagem de mãos para enfrentar pandemia de COVID-19 Fonte: OIM - Boa Vista

Em apoio às comunidades brasileiras mais vulneráveis ao contágio do novo coronavírus, a Organização Internacional para as Migrações (OIM) instalou 15 estações de lavagem de mãos como meio de prevenção contra a COVID-19 nos municípios de Bonfim, Caracaraí e Rorainópolis, interior de Roraima.


Com as atividades voltadas para as populações indígena, rural e ribeirinha brasileiras, o objetivo é dar suporte à rede de saúde local e diminuir a propagação da COVID-19 nessas regiões, consideradas as mais expostas ao vírus nos estados de Roraima.


As estações de lavagens de mãos fazem parte de ações realizadas pela OIM nos três municípios do interior roraimense para promover o enfrentamento ao coronavírus e a outras doenças infecciosas, assim como reforçar a atenção primária nessas localidades. As estações possuem placas informativas sobre os momentos principais para a lavagem de mãos e a forma correta de eliminar vírus e bactérias.



No estado, as estações foram distribuídas em diferentes comunidades indígenas, em comunidades rurais, na cidade de Bonfim, em área rural de Caracaraí e no perímetro urbano de Rorainópolis. A identificação dos locais mais propícios para as instalações foi feita em diálogo com as secretarias municipais e agentes comunitários de saúde, que permitiram a localização das famílias mais vulneráveis.


“Vimos que nas Unidades Básicas de Saúde, algumas tinham recipiente de álcool em gel, mas ainda não havia local para lavagem de mãos, então fizemos as instalações das estações na frente de todas a unidades, pois as estações serão úteis em outros momentos que não sejam somente durante a pandemia de COVID-19”, explicou a coordenadora de Atenção Direta da OIM, Clara Seguro.


Para o agente comunitário Maycol Sagica, do município de Bonfim, a estação de lavagem de mãos é uma forma de levar novos hábitos de higiene para a comunidade. “A estação é muito importante porque os pacientes acabam levando esse exercício para casa e não utilizar somente o álcool em gel como medida de prevenção”, disse.


A OIM enviou ainda um kit de manutenção para as estações de cada localidade, com 100 litros de sabão, 100 litros de álcool em gel e recipientes, além de desinfetantes à base de cloro para realizar a limpeza das estações. A organização estima que mais de 5.300 pessoas serão beneficiadas com o equipamento nos três municípios.



AMAZONAS

No Amazonas, também são realizadas ações de prevenção à covid para a população indígena e ribeirinha brasileiras. Em Manaus, foram instaladas cinco estações de lavagem de mãos em três comunidades próximas à capital e na Casa de Saúde Indígena (CASAI).





2 visualizações0 comentário