• Fernanda Mesquita

ELEIÇÕES 2018 - A instabilidade de Jalser Renier durante o pleito

Atualizado: 13 de Dez de 2018

Por Fernanda Mesquita


As eleições 2018 foram caóticas nos quatro cantos do país, isso é fato. Aqui no extremo norte, tivemos um espetáculo particular: Jalser Renier, deputado estadual e presidente da ALE/RR (Assembleia Legislativa de Roraima).


O menino de ouro, como é conhecido por aqui, deu um show à parte. Dizem as más línguas que ele é esquentadinho e nunca quer estar por baixo, mas será que Boa Vista já tinha visto como ele fica descontrolado ao ver o seu poder escorregar por entres os dedos?


Se antes ele mantinha as suas contradições em seu escritório, dessa vez o Estado inteiro viu sua máscara de bom moço cair.


O PRIMEIRO SHOW:

Foto: Folha de Boa Vista

Durante o primeiro turno, o deputado esteve ao lado de José de Anchieta, candidato ao governo do Estado, e de Romero Jucá, que tentava reeleição para o Senado. No entanto, enquanto comemorava a sua própria reeleição, ele soube que Jucá não conseguiu se reeleger.


E então foi aí que se deu o primeiro show em público: Jalser culpou Anchieta pela derrota de “seu senador” e disse em tom de ameaça: “Olha Anchieta, olha pra mim [as câmeras] aqui. Você fez a tua mulherzinha fazer com que o meu senador perdesse a eleição. Te prepara que vem troco, meu irmão. Te prepara! Te prepara..”


Até aí, houve uma racha neste grupo político, certo? ERRADO! No segundo turno, os dois estavam juntos novamente. Jalser apoiou de forma pesada o seu aliado/desafeto e voltou a subir em palanques ao lado de Anchieta, garantindo à população que ele era a solução pro Estado.


Não deu certo. Anchieta perdeu. E esse episódio só serviu para mostrar como o deputado mais bem votado do Estado é instável e volúvel e como pula de lá pra cá a partir dos seus interesses próprios e não parece ser fiel nem a sua sombra.


O SEGUNDO SHOW


Enquanto a Prefeita de Boa Vista, Tereza Surita, dava uma entrevista para uma rádio, o menino de ouro invadiu o estúdio visivelmente transtornado e começou uma série de agressões, que foram gravadas por pessoas que estavam no local.


À Tereza, disse inúmeras baixarias: "Você vai pagar, sua vaca. Você é uma pilantra, você é que rouba. Você rouba. Você é uma puta que rouba. Eu vou te prender, sua puta. Você vai ver o que vai acontecer”.


Jalser chegou a jogar o celular de um dos assessores de Tereza no chão e machucar fisicamente outra assessora, que prestou queixa contra o deputado.



Por mais carismático e profissional que Jalser seja em reverter escândalos a seu favor, dessa vez uma parcela de pessoas decidiu condenar o fato publicamente. Alguns dias após a confusão, houve uma manifestação contra a violência à mulher em frente a ALE-RR.

FOTO: G1 GLOBO

Por essas atitudes, é possível enxergar que Jalser escorrega entre os lados e se mantém em um deles enquanto seus interesses estão acomodados. Além disso, como uma pessoa que se descontrola de forma descomunal como apresentado nos vídeos acima pode liderar uma Casa Legislativa?


O menino de ouro de Roraima não respeita mulheres em nenhum grau, evidenciado assim o quão misógino e machista é. Se ele não sabe se colocar diante de uma Prefeita, se não sabe respeitá-la, o que será de nós, mulheres comuns? Como ele pode nos representar enquanto presidente de um órgão que trata dos interesses comuns da população?


A partir do momento que comportamentos como esses de Jalser são aceitos no topo da pirâmide, a população (principalmente os homens) é exposta a uma figura de identificação maior e se sente legitimada a agir de forma similar.


É desse tipo de representação que o povo precisa?

37 visualizações
AMAZOOM
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon

O Amazoom é uma rede de comunicação, pesquisa e promoção da cultura localizado no estado de Roraima

www.redeamazoom.org orgulhosamente criado por Bryan Chrsytian Araújo. 2017