• Isabella Castro Fernandes

A importância da saúde mental no ambiente de trabalho


Imagem: Freepik



O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, manter uma carreira estável hoje, está gerando muita ansiedade, estresse, pressão e outros tipos de sofrimentos mentais, tornando a saúde mental no ambiente de trabalho ainda mais importante. Atualmente, cerca de 300 milhões de pessoas sofrem com a depressão, sendo a principal causa de incapacidade laboral. Mais de 260 milhões vivem com transtornos de ansiedade, e muitas dessas pessoas vivem com ambos os transtornos.


Segundo a psicóloga Ana Jéssica Lima Loureiro, a Organização Mundial da Saúde, entende a saúde mental como um estado de bem-estar onde o indivíduo utiliza suas habilidades para se recuperar do estresse do dia a dia, sendo produtivo e capaz de contribuir com a sua comunidade.


A maior parte das pessoas passam boa parte do dia no trabalho ou dedicando à preparação de atividades relativas às funções laborais. É nesse ambiente, cada vez mais competitivo, que desenvolvemos relações que podem ou não ser saudáveis.


A publicitária e social media Alessandra Coutinho, conta um pouco da sua experiência em um ambiente de trabalho causou danos a sua saúde mental e física.


“Eu sempre fui muito dedicada ao meu trabalho, porém, depois de um tempo percebi que estava me fazendo muito mal. Antes de sair do meu antigo emprego, eu não tinha mais vida social, andava com meu notebook para todo lugar, e isso me trazia, internamente, uma frustração enorme, porque eu não tinha mais tempo para me cuidar e nem para ficar com a minha família, trabalhava até em fim de semanas e feriados.” Conta a publicitária.


Imagem: Freepik


As consequências de doenças mentais são menos perceptíveis do que as físicas. E isso pode trazer muito mais prejuízo para o empregado e ao empregador. Alessandra conta que um dia começou a sentir dores muito fortes na barriga, logo descobriu que era estresse, ansiedade e uma pedra no rim por conta da extensa carga horaria.


Quais hábitos devem ser adotados para se ter uma boa saúde mental no trabalho?


A psicóloga Ana Jéssica conta que diante da dinâmica laboral, muitas vezes os trabalhadores encontram desafios como a ameaça de perder seu emprego, relações complicadas com os outros colaboradores, desempenho não reconhecido, comunicação inacessível com gestores, entre outros. Tais fatores devem ser constantemente alvos do olhar cuidadoso dos gestores como forma de prevenção e promoção de meios para a equipe se cuidar.


“Hábitos fundamentais para uma boa saúde mental, são a busca de equilíbrio entre as horas de lazer e de trabalho, evitar o acúmulo de funções e a autocobrança que muitas vezes refletem no perfeccionismo de que tudo saia perfeitamente como planejado, e ao invés disso, o mais saudável seria flexibilizar pensamentos e ações que ajude o trabalhador a se manter bem, mesmo em frente aos imprevistos, manter uma rotina diária e um dos elementos mais importantes, compreender seus pensamentos e emoções ao se tratar do universo do trabalho”. Afirmou Ana Jessica.


E foi pensando na carga horária excessiva que muitos funcionários estavam enfrentando, a empresa Arcus decidiu desenvolver o bem-estar dos seus funcionários. O local oferece uma grande flexibilidade de horários, como por exemplo, os empregados podem trabalhar de casa caso não possa ir ao trabalho ou não esteja se sentindo bem, também oferecer uma cozinha com diversos utensílios e uma sala de descanso. Além de incentivarem seus contratados a sempre trabalharem em equipe.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo