Alunos de jornalismo da UFRR tem participação pioneira no ENECOM

Acompanhe a série de matérias produzidas pelos acadêmicos da turma de webjornalismo da UFRR

Curso de comunicação da instituição teve suas demandas apresentadas durante o encontro

(Foto: Arquivo pessoal)

Delegação de Roraima UFRR  junto com a delegação de Belo Horizonte UFMG,  no encerramento do evento.

 

O Encontro Nacional de Estudantes de Comunicação – ENECOM – 2017, que ocorreu em Juiz de Fora - MG, contou com a participação pioneira do curso de jornalismo da Universidade Federal de Roraima, que foi representada por delegação composta de três estudantes.

 

Fazendo referência aos 100 anos da Revolução Russa, com a temática “Novos outubros Virão”, o evento trouxe como proposta discussões acerca da democratização das mídias, formação política e combate as opressões. Entre os dias 11 e 15 de Outubro uma série de palestras, grupos de discussões, mesas redondas entre outras atividades foram organizadas pelos alunos.

 

Uma das maiores dificuldades enfrentadas pela delegação, segundo a mobilizadora estadual do ENECOM em Roraima, Tainá Aragão, foi o desafio de ser a delegação mais distante geograficamente do evento. “O trajeto de Boa Vista até Juiz de fora durou dias e teve como meios de transporte ônibus e avião”, destacou.

 

Representação da região Norte

 

As alunas Nara Michelly e Tainá Aragão levaram trabalhos sobre a imigração venezuelana no estado de Roraima, que, segundo elas, não puderam ser apresentados por conta de imprevistos na organização ocorridos ao longo do evento. A região norte foi a que mais teve apresentações canceladas. O fato causou indignação por parte das delegações de Roraima e do Pará, que se organizaram em plenária aberta para contestar o espaço de voz dado para a região.

 

Na foto, Tainá Aragão, mobilizadora regional do enecom em Roraima.

 

Em 2018, a próxima edição do evento será em Belém, no Pará. O anúncio foi muito comemorado pelos estudantes, que ganharão mais visibilidade para as causas da região, com a aproximação do evento. “O silenciamento da região norte foi um incentivo para a escolha do local da próxima edição do ENECOM. A mobilização e postura dos dois estados foi fundamental e decisiva nesse processo”, disse Tainá. 

 

UFRR agora tem vaga na executiva regional

 

Entre os resultados da participação, a UFRR ganhou uma das três vagas no conselho regional da ENECOS (Executiva Nacional de Estudantes de Comunicação, responsável pela organização do ENECOM).  A vaga será rotativa entre os três estudantes, que terão como tarefa auxiliar a organização dos próximos eventos e mobilizar Roraima, e outros estados do Norte do país, para uma participação mais efetiva dentro do evento.

 

A próxima tarefa é filiar Roraima a ENECOS, para que se possa estar em contato efetivo com outras organizações estudantis pelo Brasil. Os representantes afirmam que com isso será possível promover uma série de eventos locais para os acadêmicos de Roraima, o que fortalecerá a qualidade da formação local.

 

Uma das atividades do evento envolveu uma manifestação a favor da democratização da mídia.

 

Encontro da Rede AMLat 

 

Parte da delegação que esteve presente no evento em Juiz de Fora seguiu viagem para Itabuna na Bahia, onde ocorreu o XI encontro transdisciplinar de metodologias transformadoras, da rede AMLat.

 

A rede é composta por diversos grupos de pesquisa de vários países do América Latina, entre eles o Brasil, Argentina, Equador e Venezuela e conta com a participação de doutores, mestres, graduandos e coletivos sociais independentes.

 

O grupo Amazoon – Observatório Cultural da Amazônia e Caribe – coordenado pelo prof. Dr. Vilso Santi, foi representado este ano pelos alunos da graduação Luan Selfish e Tainá Aragão. Os acadêmicos apresentaram trabalhos sobre as temáticas: “Do Jornalismo Industrial ao Jornalismo Pós-Industrial: sincronias e diacronias” e “Somos migrantes: O uso das redes sociais na produção midiática alternativa sobre a migração venezuelana em Roraima”. A participação faz parte de um processo que vem sido desenvolvido pelo grupo, que tem se esforçado para aumentar a participação de alunos da UFRR no ambiente da iniciação a pesquisas científicas.

 

Pesquisadores de diversos grupos da rede AMLat, durante o encontro na Bahia

 

Auxílio Pró-Ciência 

 

Como forma de incentivo a participação de estudantes da graduação em eventos científicos, a UFRR disponibiliza um recurso chamado Pró-Ciência. Graduandos regularmente matriculados nos cursos presenciais da instituição que tem sua participação aprovada em algum congresso, tem direito a fazer solicitação.

 

O auxilio tem como objetivo ajudar a custear despesas como passagens, alimentação, hospedagem e demais gastos relativos a viagem. Alunos que irão apresentar trabalhos concorrem ao valor integral da bolsa, enquanto ouvintes tem direito a 50% do recurso. Segundo os últimos editais, cada aluno pode fazer uso do recurso a cada dois anos.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

AMAZOOM
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon

O Amazoom é uma rede de comunicação, pesquisa e promoção da cultura localizado no estado de Roraima

www.redeamazoom.org orgulhosamente criado por Bryan Chrsytian Araújo. 2017