• Amazoom

Sedentarismo: um hábito que precisamos abandonar

Por Winara Sales, editor Matheus Moraes.


O sedentarismo atinge mais de 50% da população brasileira e, segundo o Ministério da Saúde, é responsável por 3 a cada 100 morte no país e é considerado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) o quarto maior fator de risco de morte no mundo. Doenças cardiovasculares, diabetes e câncer de cólon e de mama, são consideradas consequências do sedentarismo, além de problemas respiratórios e excesso de peso que posteriormente pode ser desenvolvido a obesidade.


É considerada sedentária, uma pessoa que gasta menos de 2.200 calorias por semana. Segundo a Educadora Física, Flávia Gonzaga, o sedentarismo se caracteriza pela falta de atividade física do ser humano e pode ser vencido sem precisar de esforços extraordinários “Não quer dizer que seja necessariamente fazer academia, jogar futebol, nada muito absurdo. Às vezes trocar o elevador pela escada, uma faxina em casa ou ir caminhando do trabalho para casa já te ajuda a vencer o sedentarismo”.





O maior obstáculo para vencer o sedentarismo para os adultos é a falta de tempo, e entre os universitários a realidade não é diferente. Em uma pesquisa realizada com 21 universitários, quase 60% dos estudantes não praticam atividades físicas pela falta de tempo. “De segunda a sábado pela manhã e segunda e quarta pela tarde eu tô na universidade. Terça, quinta e sexta pela tarde estou na escola dando aula do estágio. Pela noite, chego em casa já depois das 19h, às vezes faço planos de aula do estágio ou estudo.” Contou Henrique Morais, estudante de Matemática da Universidade Estadual de Roraima. “Já até tentei começar academia ou caminhar nas praças perto da minha casa, mas sempre chego cansado ou com coisas pra fazer e não consigo permanecer”.


Para sair do sedentarismo é necessário que haja uma reeducação da administração do tempo, acordar mais cedo ou abrir mão de alguns hábitos que tomam o tempo como celular ou televisão e investir esse tempo em cuidados com a saúde. Além de ser importante para começar a praticar exercícios, é importante que a volta seja gradual e, se possível, com o acompanhamento de um profissional para evitar machucados e lesões.


Alguns dos benefícios da prática de exercícios físicos estão a melhora da funcionalidade da respiração, menor risco de problemas no coração, controla a diabetes, melhora a circulação e, entre tantos outros benefícios, ajuda também na prevenção de doenças como Alzheimer, câncer e Parkinson.


Assim como em qualquer situação, é sempre melhor prevenir. Então não deixe para depois o que você pode começar a mudar hoje. Comece com uma caminhada de 30 minutos ou passe uns minutos pulando corda. Sua saúde merece cuidado.




Conheça a história de um senhor de 50 anos que não perde a oportunidade de praticar exercícios para cuidar de sua saúde, clicando aqui.

16 visualizações
AMAZOOM
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon

O Amazoom é uma rede de comunicação, pesquisa e promoção da cultura localizado no estado de Roraima

www.redeamazoom.org orgulhosamente criado por Bryan Chrsytian Araújo. 2017