• suyannesa20

Reformas em escolas públicas estaduais atrasam o retorno das aulas presenciais


Escrito por: Rikaelly Nascimento e Suyanne Sá.

Reformas são a razão do atraso na volta das aulas presenciais. Foto: Arquivo pessoal


A Secretaria de Educação e Desporto (Seed) divulgou que no dia 20 de setembro aconteceria a retomada das atividades presenciais, dando a entender que os alunos já poderiam retornar às escolas. Todavia, nem todas estavam aptas a receber os estudantes, pois estão em processo de restauração.


A Escola Estadual Carlos Drummond de Andrade (CDA), por exemplo, é uma das que tiveram que adiar o retorno previsto pelo governo estadual em razão dos atrasos nas obras.


Entrada da Escola Estadual Carlos Drummond de Andrade. Foto: Arquivo pessoal



De acordo com, Lediomar Silva Figueira Araújo, gestora da instituição CDA, as obras se iniciaram em maio de 2021, mas três meses depois foram interrompidas. Por essa razão não teriam como receber os alunos na data prevista pelo governo, pois o prédio necessitava das obras, principalmente nos lavabos e na acessibilidade para alunos com deficiência física.



Instalação de lavabo na escola. Foto: Arquivo pessoal


“Antes da pandemia nós estávamos necessitando da reforma, primeiramente nós não tínhamos acessibilidade aos alunos cadeirantes, exemplo, temos uma aluna cadeirante em nossa escola e agora adquirimos uma rampa, assim como a escola precisava de pinturas. Outra situação é que também receberemos toda a mobília nova”, relatou a gestora.


Reforma no banheiro feminino inacaba. Foto: Arquivo pessoal


A gestora também informou que as reformas da escola foram pausadas durante o mês de agosto. Segundo ela, o engenheiro responsável pela reforma avisou sobre a suspensão da obra devido à falta de materiais. Posteriormente, a Seed informou um novo prazo para o retorno das obras, tal como uma data para o início das atividades presenciais na escola.





A escola também precisa de acessibilidade para os alunos com deficiência. Foto: Arquivo Pessoal.


“A Secretária de Educação veio pessoalmente até a escola, tanto ela como os demais secretários, e nos informou que estavam organizando a situação o quanto antes para retornarem as obras, logo mais recebemos uma ligação do secretário informando que em algumas escolas as obras tinham retornado e o CDA iniciaria na outra semana” explicou Lediomar.



As aulas continuam de modo remoto. Foto: Arquivo pessoal.