• anafigueirastar

Prática do ciclismo garante benefícios para saúde e bem estar

Atualizado: Set 29

Além de alternativa para transporte, andar de bicicleta aumenta a imunidade, fortalece a musculatura e reduz o risco de problemas físicos e mentais


Por Ana Beatriz Figueira Alves


Fotos: Ana Beatriz Figueira


Andar de bike foi uma das opções encontradas para evitar aglomerações em transportes públicos e academias.

Com a implantação das ciclovias em Boa Vista no final de 2015, surgiram muitos adeptos da utilização da bicicleta tanto como meio de locomoção, como maneira de se exercitar e relaxar passeando pela cidade. A prática ganhou mais força em 2020, com a chegada da pandemia e a necessidade de manter o distanciamento, além de continuar com a rotina de exercícios.


O estudante, Ilgné dos Santos Nascimento, começou a pedalar no início do ano a convite de uma amiga, que também é ciclista, e foi a partir de então, que ele tomou gosto pelo ciclismo. Os caminhos que faz pela cidade revelaram-se um grande prazer em sua vida, dando-lhe mais motivação, disposição e produtividade.


“A melhoria na qualidade de vida é notória, porque eu consigo acordar mais disposto e tendo a consciência que no meu dia eu vou ter o tempo destinado a treinar, e com isso hoje sou muito mais produtivo nos meus afazeres, porque eu tenho a inspiração de saber que no final do dia eu posso sair para pedalar, o que além de melhorar minha condição física, vai contribuir cada vez mais o meu desenvolvimento nesse esporte”, declarou.


Segundo Ilgné, apesar das ciclovias, os ciclistas ainda enfrentam dificuldades quando percorrem a cidade, afinal, em alguns lugares precisam dividir espaço com os carros e as motos, mas apesar disso, ele não desistiu de continuar com a prática devido às mudanças positivas percebidas na saúde.

“Tenho algumas dificuldades em relação ao trânsito, porque nem todos os motoristas são conscientes ou entendem o lado do ciclista, então fica um pouco difícil obter uma pedalada totalmente segura dentro da cidade. Apesar disso, o ciclismo contribui demais para a concentração, para o desenvolvimento da capacidade pulmonar, aliada ao desenvolvimento físico dos músculos, então eu convenci minha mãe e alguns amigos a pedalar também”, disse.

Durante a pandemia, para evitar aglomerações em transportes públicos, a Organização Mundial da Saúde recomendou que a população aderisse ao ciclismo como meio de locomoção. Segundo um infográfico divulgado pela OMS, além de permitir o deslocamento, andar de bike proporciona o mínimo de atividade física diária que o corpo necessita.


Lucas Moraes é estudante e anda de bicicleta desde criança, mas com o passar dos anos, a falta de tempo e o ritmo acelerado da vida adulta o distanciaram do esporte. Com o tempo, ele voltou a praticar, como explica a seguir:




Benefícios para a saúde física e mental


Além de combater o sedentarismo e auxiliar na perda de peso, o ciclismo traz muito mais benefícios para a saúde corporal. Assim como em outras atividades regulares, andar de bicicleta aumenta a imunidade, fortalece a musculatura e reduz o risco de problemas no coração.


O educador físico, Luís Carlos Clemente, afirma que atividades físicas como o ciclismo, quando feitas de forma contínua, colocam o corpo em movimento, gerando respostas no sistema respiratório e cardiovascular, e podem até mesmo reduzir os sintomas de cólicas menstruais.


“Pelo conceito técnico, o ciclismo traz um trabalho de mobilidade para os membros inferiores, pernas e quadril, e também para as costas. Na questão de saúde, traz um condicionamento cardiorrespiratório, previne doenças cardíacas, diabetes, também prepara o nosso corpo a novas circunstâncias, e em quem sofre de cólicas menstruais, as reações hormonais causadas pela atividade física aliviam as dores”, explicou.


Quando falamos dos benefícios das atividades físicas, não podemos esquecer da saúde mental. Segundo a psicóloga Glenda Dinelli, a prática esportiva produz uma série de hormônios responsáveis pela sensação de bem-estar e prazer, como serotonina, endorfina e adrenalina, aumentando a capacidade de concentração, sociabilidade, tomada de decisões, resiliência para lidar com a frustração, autoconhecimento e, em casos específicos, como em indivíduos com depressão e ansiedade, é essencial para ajudar a aliviar o quadro de sintomas.


“Sempre incluímos no tratamento em psicoterapia a prática de algum esporte ou atividade física como sugestão elementar. Especialmente para pessoas com quadro de doença mental ou ainda como um fator preventivo. Ao praticar um esporte, atividade física ou exercício físico, o indivíduo acaba se concentrando mais na sua relação com o próprio corpo de forma saudável. Mente e corpo precisam trabalhar juntos. Afinal, saúde não é apenas a ausência de doenças, é a plenitude biopsicossocial e espiritual”, informou a psicóloga.