• Rede Amazoom

Live da RNCD e ABPEducom aborda Educomunicação e representatividade indígena

Atualizado: Jun 16

Fonte: ABPEducom

A ABPEducom anuncia mais uma live do seu ciclo de 2021, desta vez com o tema “Educomunicação e Representatividade Indígena”. O debate, parte das comemorações do mês em que ocorre o Dia do Índio, será transmitido no dia 27 de abril (terça-feira), a partir das 17h.


Paola Prandini, diretora cultural da ABPEducom e cofundadora do negócio social AfroeducAÇÃO, e de Mauricio Virgulino, vice-presidente da Associação e doutorando em Artes Visuais pela USP, farão a mediação da live.


A transmissão acontece no canal da ABPEducom no YouTube, por meio do qual será possível interagir com perguntas e comentários via chat. A gravação ficará disponibilizada no mesmo espaço. Haverá interpretação simultânea em Libras.


O evento tem apoio do Programa de Educação Tutorial – PET Conexões de Saberes Educomunicação, vinculado à Universidade Federal de Uberlândia (UFU), e do NCE/USP.


Ouvintes do evento terão direito a certificação (horas complementares) fornecida pelo Rede Amazoom. Para isso, basta enviar solicitação (pós-encontros), via e-mail, para: redeamazoom@gmail.com



A Live contará com a participação de:


Mario Ramão Villalva Filho, professor de Língua e Cultura Guarani na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) em Foz do Iguaçu (PR), membro do projeto de extensão universitária Educomunicação e Cultura Guarani (Educom Guarani). É doutor em Desenvolvimento Rural Sustentável pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste). É membro correspondente da Academia de Língua Guarani e participou, entre 2001 e 2004, dos projetos Educom.rádio e Educomrádio.centro-oeste, coordenados pelo Núcleo de Comunicação e Educação (NCE/USP).


Camila Cristina Lazzarini, estudante de graduação em Letras – Artes e Mediação Cultural e de pós-graduação em Integração Contemporânea da América Latina, ambos pela Unila, e participante do Educom Guarani desde 2019. É graduada em Design Gráfico pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e foi aluna do curso técnico em Museologia pela Escola Técnica Estadual Parque da Juventude. Em Foz do Iguaçu, coordenou o projeto CineOcupa – Bubas, em 2018, e integrou a produção cultural do projeto Muralismo na Ocupação Bubas: Histórias de Vida e Território, em 2019. Como membro do grupo de estudos em direitos humanos, valores e cidadania De la Mano por Anchos Caminos, desenvolve materiais didáticos bilíngues para escolas públicas da tríplice fronteira (Brasil, Paraguai e Argentina).


Rojefferson Moraes, professor formado em Letras pelo Centro Universitário do Norte (Uninorte) e pós-graduando em Urbanismo Social – Gestão Urbana, Políticas Públicas e Sociedade pelo Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper). É coordenador do Coletivo Soul do Monte, iniciativa que promove ações socioculturais no bairro Monte das Oliveiras, periferia de Manaus, e que faz parte da Aliança dos Povos Indígenas e Populações Tradicionais e Organizações Parceiras (Aliança Covid Amazonas). Moraes atuou como mediador na formação de professores de comunidades ribeirinhas e indígenas da etnia Ticuna pelo Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (Cieds).


Alana Manchineri, graduanda em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Acre (Ufac). É comunicadora indígena da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab) e diretora de Comunicação da Matpha, organização indígena em contexto urbano.



12 visualizações0 comentário