• Yohanna Emmelly

Davi Kopenawa e Joênia Wapichana integram equipe de transição para o governo Lula

Joênia Wapichana atualmente é Deputada Federal por Roraima e Davi Kopenawa é líder indígena reconhecido internacionalmente pela defesa do povo Yanomami.

Joênia Wapichana e Davi Kopenawa são dois líderes indígenas de Roraima — Foto: Reprodução/Câmara Federal/Arquivo e ISA/Divulgação/Arquivo

Os líderes indígenas de Roraima Joênia Wapichana e Davi Kopenawa estão na equipe responsável pela transição do governo Jair Bolsonaro para o governo Lula. Os nomes deles foram anunciados nesta quarta-feira (16) pelo vice-presidente eleito Geraldo Alckmin, nomeado coordenador da equipe de transição.


Joênia Wapichana atualmente cumpre os últimos meses como deputada federal por Roraima pelo partido Rede. Em 2018, ela foi a primeira indígena do Brasil a ser eleita para uma vaga na Câmara, mas, este ano não se reelegeu.

"É com muita emoção que venho anunciar que faço parte da composição da equipe de transição, juntamente com outras lideranças indígenas e demais membros. Nós vamos reconstruir esse país, reflorestando a esperança da força ancestral dos povos originários" - Joênia Wapichana.

Além disso, ela, que é advogada, foi a primeira indígena da história a se pronunciar no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) durante a homologação que definiu os limites contínuos da Reserva Raposa Serra do Sol, em 2008.


Já Davi Kopenawa Yanomami é um dos líderes políticos do povo Yanomami mais conhecidos no Brasil e internacionalmente. Além disso é xamã de seu povo, escritor e presidente da Hutukara Associação Yanomami, a mais representativa entidade de luta pelos Yanomami.


Joênia e Davi integram a equipe que vai ajudar a montar o Ministério dos Povos Originários, uma das promessas feitas por Lula durante a campanha presidencial.


Fonte: G1 Roraima.

68 visualizações0 comentário