• karolsousales

​Impactos da Pandemia no setor turístico

Atualizado: Mar 19

Setor turístico em Roraima deve levar dois anos para se recuperar da crise


Por Bruna Gomes e Karolline Sales


A pandemia ocasionada pela Covid -19 impactou a economia em todas as áreas. Uma delas foi o turismo, o segmento foi o último a retomar as atividades durante a flexibilização da quarentena. Em Roraima, no ano de 2020, o setor apresentou queda de 40% dos lucros, segundo dados da Secretaria de Planejamento do Estado (SEPLAN).

As restrições sanitárias e os meses de distanciamento social impactaram diretamente as ações turísticas em Roraima que desde 2016 vinha registrando um crescimento nos rendimentos. De acordo com o balanço realizado pela Federação do Comércio de Bens e Serviços de Turismo, o setor movimentou mais de 330 milhões de reais na economia local no ano de 2019 e gerou cerca de 270 empregos formais.

Em 2020, a estimativa era que os rendimentos do setor turístico que engloba serviços de agentes de viagem, hospedagem, restaurantes, transportes de passageiros, cultura e lazer crescessem ainda mais, mas com a pandemia, o setor despencou e seus lucros e empregos foram perdidos.

Estes impactos afetaram diretamente as pequenas e médias empresas do segmento que tiveram que se reinventar e se adaptar ao cenário de crise. Como é o caso do microempreendedor do ramo, Victor Matos. O empresário e professor de educação física possui uma agência de turismo que oferece passeios de caiaque e stand up paddle em roteiros na capital e interior do estado.


Passeio de Caiaque no Rio Branco (Foto: Victor Matos).


No mercado há sete anos com a 'Roraima Sup', o empresário viu seus lucros despencaram devido às restrições impostas no início da pandemia, no primeiro semestre do ano passado. "Por quatro meses consecutivos em 2020, nós ficamos com as atividades suspensas, houve um momento que para pagar as contas de casa e os impostos da agência precisei vender 50% dos nossos equipamentos".


Adaptações em meio a pandemia


"Nós temos seguidos todos os protocolos indicados pelo Ministério do Turismo, nós estamos atuando com um terço da nossa capacidade, e como os passeios de caiaque exigem certo distanciamento entre as pessoas a distância de dois metros está sendo respeitada", finalizou Matos.

Em novembro de 2020, o Ministério do planejamento anunciou uma série de medidas para a retomada do turismo no país. O texto inclui desde medidas de segurança a serem seguidas, a incentivos públicos e privados para a promoção do setor no Brasil.




Plano de retomada. (foto: Karolline Sales)


Em Roraima, segundo o Departamento de Turismo do Estado (DETUR-RR), nos meses de março e abril de 2020, o setor teve uma queda nos faturamentos de 13 milhões de reais em relação ao ano anterior. Medidas de incentivo ao setor foram tomadas pelo Governo do estado. A facilitação de abertura para linhas de crédito aos empresários do ramo e um plano estadual de retomada do turismo local foram algumas festas ações.

Bruno Dantas, diretor do Departamento, ressaltou a importância de incentivar o turismo no estado. "Em 2021 nós passamos a ter um voo direto para Belém-PA, esse novo trajeto facilita a vinda de turistas para o estado, tendo em vista que muitos passageiros encaram grandes conexões para chegar ao nosso estado".

O diretor ainda afirmou que o turismo no estado só deve voltar a crescer com o fim da pandemia e vacinação em massa e deve levar pelo menos dois anos para se recuperar, apesar disso o estado dispõe de um enorme potencial turístico.


Turismo 2030

O governo roraimense anunciará em breve um plano de ações de incentivo à promoção turística no estado que devem ser desenvolvidos nos próximos dez anos. "Roraima tem um potencial enorme para o turismo ecológico e de aventura, a pesca esportiva e o etnoturismo", destacou Dantas.





Matéria - Bruna e Karol - Impactos da pa
.
Download • 302KB