• CriativoJota

Em 2022, depois de dois anos de pandemia, os arraiais presenciais estão de volta

Por: Fernanda Vasconcelos e Alessandro Leitão


Após um arraial diferente no ano passado, o público e as quadrilhas celebram o retorno da festa presencial.


Foto: Cláudia Ferreira


Após 2 anos de pandemia, as festas juninas estão de volta às ruas de Boa Vista, no último sábado (11), o Boa Vista Junina, considerado o maior arraial do estado e “maior arraial da Amazônia”. segundo à prefeitura de Boa Vista.


O retorno ao presencial trouxe muitas expectativas e animação não apenas para a população que já aguardava ansiosamente pelas festividades, mas também para as quadrilhas juninas que puderam se apresentar novamente em frente ao público.


A expectativa por esse retorno presencial tornou-se tema do Boa Vista junina desse ano “Viva esse reencontro”. Para Larissa Thuany, integrante da Eita Junino, grupo de quadrilha tradicional do arraial boavistense, reencontrar o público presencialmente foi motivo de grande ansiedade, mas também de reflexão por tudo o que foi vivido durante a pandemia.


Nosso tema da quadrilha junina é sobre isso, é sobre o momento, é sobre plantar bondade, plantar esperança e ter a consciência de que tudo que nós plantamos nós colhemos e diante do arraial, diante da magia do São João plantar alegria. A expectativa é muito grande, nós estamos muito ansiosos, muito feliz e esperamos que seja um São João maravilhoso.”

Para esse primeiro Boa Vista Junina pós pandemia a expectativa da prefeitura é de um de mais de 100 mil pessoas durante o arraial. O mesmo número registrado na última edição em 2019.


Durante a pandemia os grupos de quadrilha precisaram se reinventar e uma forma encontrada para isso foi a realização de "lives" (transmissões ao vivo), diretamente das casas dos integrantes ou em eventos controlados com menos participantes. Foi o caso do Boa Vista Junina de 2021.


Devido as medidas restritivas o público não pode participar de forma presencial das festas de arraial o que levou muitas famílias a organizarem seus próprios arraiais.


O arraial em casa proporcionou um resgate de certas tradições juninas, o preparo de comidas típicas, as fogueiras de São João e as músicas juninas foram uma das maneiras encontradas por muitas pessoas para aproveitar esse período junino.

Como foi o caso da Ana Carolina que reviveu certas tradições em sua casa.

“Já que estava todo mundo em casa, resgatamos algumas tradições, como acender uma fogueira no quintal de casa, fazer uma comidinha típica, assar ou cozinhar o milho, para quem é amante das festas de São João pôde resgatar isso em família.”

15 visualizações0 comentário