• Yohanna Emmelly

ELEIÇÕES 2022: Teresa Surita usa redes sociais para se posicionar diante dos seus adversários

Atualizado: 26 de jul.

A ex-prefeita ao longo dos últimos utilizou o poder da internet para implementar suas estratégias e conectar-se diretamente com seus eleitores.


Por: Aysha Estrada, Camilla Salustiano, Fernanda Fernandes, Fernanda Vasconcelos, Maria Cecília e Yohanna Menezes

Foto: Teresa Surita

A pré-candidata ao governo de Roraima, Teresa Surita tem umas das redes sociais mais engajadas do estado. De acordo com o publicitário Ricardo Filé, atuante no marketing político local, é um trabalho que não começou hoje e que vem sendo realizado com estratégia e eficiência. “Ela e sua equipe usam as plataformas com intensidade. Posicionamento, contexto e conteúdos bem trabalhos são marcas explícitas das redes sociais de Teresa Surita. Um case para quem quer iniciar nessa área”, disse.


Segundo o publicitário, se posicionar é uma das principais atitudes dentro de uma campanha política. “Nas redes sociais, que são canais de relacionamento e entretenimento, o candidato que utiliza dessa estratégia, acaba evoluindo muito bem em uma campanha, gerando pontos positivos”, esclareceu.


Entretanto, o profissional ressalta a importância de que a equipe do candidato conheça bem o público das redes sociais. “Qualquer posicionamento que não se identifique com quem acompanha o trabalho do candidato nas redes sociais, pode causar danos difíceis e até mesmo demorados de se resolver, gerando um enfraquecimento da imagem do candidato”, explicou.

Qualquer posicionamento que não se identifique com quem acompanha o trabalho do candidato nas redes sociais, pode causar danos difíceis e até mesmo demorados de se resolver, gerando um enfraquecimento da imagem do candidato”.

Quanto aos posicionamentos da pré-candidata Teresa Surita, Filé afirma que ela vem sendo pautada pela sua oposição sobre alguns temas polêmicos e que interferem muito na opinião pública, por isso a importância de se posicionar quanto a determinadas questões.


“A sua estratégia em se posicionar é importantíssima, porque impede que os ataques influenciem ou contaminem a sua imagem com política. Quando um político não se posiciona, em determinados assuntos, principalmente quando atacado, dá margem para a população interpretar da maneira que achar melhor. Posicionamento é fundamental nesses casos”, comentou.


Recentemente, Teresa Surita se posicionou diante de uma fake news que afirmava que durante sua gestão na prefeitura de Boa Vista havia sido implementado a ideologia de gênero e o banheiro unissex nas escolas. O posicionamento causou divisão entre internautas.


“Todos nós sabemos que você mais do que ninguém priorizou a educação das crianças”, disse uma internauta. “Não existe ideologia de gênero, Prefeita. Se vai desmentir o tal vídeo fake, pelo menos aproveita para passar uma informação útil para evitar mais fake news”, afirmou outra.



Nas suas redes sociais a pré-candidata também critica abertamente o seu principal concorrente, o governador Antônio Denarium (PP). Teresa usa vídeos e memes para interpelar o pré-candidato sobre as ações realizadas durante seu mandato.


Alguns eleitores questionaram o teor dos vídeos publicados pela pré-candidata, alegando que durante sua gestão na prefeitura também houve negligência de obras públicas na cidade.


“Acho ridículo quando vejo político fazendo críticas tentando derrubar o outro, se cada um só fizesse seu trabalho seria bem melhor né mesmo?”, questiona uma postagem. “É desespero o nome disso é?”, diz outra internauta.



.




Porém, esse tipo de conteúdo também agrada outros tipos de público que declara abertamente apoio a pré-candidata.


“Eu faço é campanha de graça pra essa mulher porque ela tem trabalho para mostrar! Já vi até oposição em off dizendo no último pleito que quem entrasse no seu lugar da prefeitura, podia ser quem fosse, não conseguiria ser tão boa gestora como a senhora. Peço a Deus que lhe ilumine para mudar a vida do povo roraimense para melhor”, declara a internauta.



O cientista político Paulo Racoski diz que situações como a desse vídeo, serão comuns durante esse período eleitoral, já que as campanhas de Denarium e Teresa provavelmente irão se basear nos argumentos sobre quem fez ou quem deixou de fazer algo.


“Irá ser os três anos do governador Denarium, que a única coisa que os apoiadores alegam é que ele pagou o salário em dia, que é uma obrigação do administrador público contra o que a ex-prefeita fez durante seu mandato em Boa Vista”, afirma.


Ele também ressalta que a candidata utiliza como técnica a persona pública pragmática e que preza pela diplomacia, portanto, evitando recorrer ao embate agressivo e isso impede de que o adversário a agrida também.


* Conteúdo experimental desenvolvido na disciplina de JOR53 - Jornalismo Especializado I.




17 visualizações0 comentário