top of page
  • Foto do escritorMelissa Lima

Campanhas de imunização com vacinas bivalente e influenza são ampliadas

Atualizado: 1 de jun.

As doses bivalente contra a COVID-19 e influenza contra gripe estão disponíveis nas 32 Unidades Básicas de Saúde equipadas com sala de vacinação em Boa Vista


Por Melissa Lima e Thiago Marinho

Imunização é importante principalmente nessa época do ano - Foto: Myke Sena/MS

BIVALENTE COVID-19

O Ministério da Saúde liberou a vacinação para o grupo de 18 anos e podem tomar aqueles que já possuem duas doses da Corona Vac, Astrazeneca ou Pfizer.


A vacina bivalente contra a Covid-19 protege contra o vírus original e a variante Omicrom, podendo ser aplicada em quem já possui, pelo menos, duas doses registradas, sendo que a última tenha sido tomada no período de 122 dias (4 meses).


O QUE SÃO VACINAS BIVALENTES?

Desde o início da pandemia, o vírus da Covid-19 vem sofrendo mudanças. Atualmente, a variante que mais predomina no mundo é a Ômicron. Os imunizantes foram criados com o intuito de combater essas variantes e a vacina bivalente é uma versão atualizada da que foi usada na campanha de vacinação iniciada em 2021 (monovalente). Ela foi elaborada com base na variante original do coronavírus (o SARS-CoV-2) e na variante Ômicron, que é atualmente a de maior circulação no mundo.


INFLUENZA

Se iniciou nesta segunda-feira, 15, a campanha de vacinação ampliada contra o vírus influenza, que deixa de ser direcionada somente aos grupos prioritários e passa a abranger toda a população não vacinada acima dos 6 meses de idade, conforme recomendação do Ministério da Saúde.


O objetivo da abertura é proporcionar cobertura vacinal suficiente para prevenir e proteger das infecções virais que podem ser agravadas pelo clima frio e úmido, quando as pessoas passam mais tempo em locais fechados e sem circulação de ar natural, assim havendo a necessidade de reforçar a imunidade do público geral para que um possível contágio seja evitado, principalmente entre integrantes dos grupos de risco.

“A Prefeitura Municipal de Boa Vista trás essa ampliação visando diminuir a incidência de doenças respiratórias sazonais que ocorrem nesse período chuvoso, e que muitas vezes evoluem de forma grave como alguns casos de pneumonia que temos detectado dentro dos hospitais do estado”, afirma a coordenadora de Imunização, Christianny Filgueiras.

De acordo com os primeiros dados estatísticos sobre a cobertura vacinal, 24.512 doses já foram aplicadas até o momento, cerca de 21,16% do grupo prioritário.


VACINE-SE

O público-alvo da vacina continua seguindo o Programa Nacional de Imunizações, sendo as pessoas com mais de 60 anos, crianças com menos de 5 anos, gestantes e puérperas, indivíduos com comorbidades, obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares, condições clínicas especiais entre outros, a fim de evitar o agravamento de suas condições em caso de infecção, mas é importante que pessoas fora desses grupos ainda assim procurem as UBSs para realizar a imunização.


No município, todas as 32 Unidades Básicas de Saúde equipadas com salas de vacinação já estão preparadas com doses para receber a população. Para se vacinar, procure a unidade mais próxima portando documento de identidade e cartão de vacina.

4 visualizações0 comentário
bottom of page