• Dani Fergacy

ADRA/RR realiza ação de distribuição de alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade

A Agência de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais de Roraima (ADRA/RR) iniciou projeto de ajuda humanitária “Voluntário por um dia” em maio deste ano e serve mais de 1000 refeições quentes todos os domingos para pessoas se encontram em situação de vulnerabilidade.


A ação tem ligação com o projeto “Refeições quentes” que já existe desde 2018 criado para levar pratos de comida para pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social, sejam elas migrantes ou não. Os alimentos são adquiridos por meio de doações do financiador, a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), pelo Fundo Nacional da Amazônia (FAMAZONIA), além de colaboradores locais como o SESC Roraima, por meio do programa mesa Brasil e doações de pessoas anônimas.


· O que é o projeto de Refeições quentes?


Para a produções das refeições, os jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia decidiram se voluntariar para ajudar na preparação do cardápio da semana, tendo em vista a equipe reduzida na cozinha da ADRA Roraima. Cada grupo de jovens se apresenta todos os domingos com até 12 voluntários que contribuem com as tarefas de corte de legumes e verduras, cortes de proteínas e auxiliam também na área quente.


"A atividade dos voluntários nesse dia consiste no preparo das refeições: cortar, lavar, limpar, cozinhar, tudo que envolve atividade de produção de refeição. Além do preparo para o domingo, eles já ajudam a deixar algumas coisas adiantadas para durante a semana, como corte de legumes e verduras que são possíveis congelar" disse Natássia Azevedo, Coordenadora do projeto “Refeições Quentes”.


Além da produção, eles acompanham e participam da distribuição da comida no principal ponto de entrega, o Ponto de Recepção e Apoio da Operação Acolhida (PRA), localizado na Rodoviária de Boa Vista-RR.


“Foi uma experiência muito gratificante, embora tenha sido cansativo, mas foi prazeroso pensar que eu pude ajudar várias pessoas tirando apenas uma manhã dos meus dias que é um tempo muito curto, mas que no final teve um resultado muito positivo” disse Naylor Rocha, voluntária do projeto. Segundo ela, é muito importante que as pessoas sejam voluntárias em projetos como esse: “Nos faz sentir que estamos fazendo algo pela sociedade, em estar ajudando uma pessoa que está carecendo do nosso cuidado” acrescentou.


Projeto social leva refeições a imigrantes e pessoas em situação de vulnerabilidade em RR – Jornal de Roraima 1ª Edição


Voluntários auxiliam no corte de legumes na cozinha da ADRA/RR - Foto: Gleissy Ribeiro


Assim como a ADRA, outras instituições como a Comunidade Única das Favelas (CUFA) possuem projetos que alcançam os mais necessitados, como o “Mães da Favela” em parceria com times de futebol do estado de Roraima e “Panela cheia” que têm o objetivo de alimentar e ajudar o próximo.

· Mães da favela futebol clube (Vídeo) - Jornal de Roraima 1ª Edição


Até agora, cerca de 240 jovens foram voluntários no projeto “Voluntário por um dia” e alcançaram aproximadamente 2 mil pessoas somente aos domingos. Durante o mês inteiro a Adra Roraima distribui quase 30 mil refeições quentes.


Por: Daniele de Jesus e Nascilene Araújo